Sunday, January 08, 2006

Uma Sobrevivente....Será?

tudo bem...de facto a operacao correu pelo melhor e ja nao carrego o tom mais escuro da sombra da mortalidade comigo... lol sim, pois, ja nao corro o risco d cair p o lado a qq momento.. mas eu tb nao pensava mto nisso, confesso.. o q era desconfortavel era o esvair-m todos os dias um pouco, de manha e a noite, todos os dias. isso sim, factum est, era o q mais chatice dava.
agora o mal esta noutro lado.. acho q ainda nao inventaram operacao p remocao cirurgica deste outro mal.
cada vez mais me torno numa pessoa a quem ja nada atinge e e deveras tenebroso.
no fundo sou apenas uma pessoa muito chata consigo mesma e complexa que quer uma vida simples...
sera assim tao dificil d atingir a simplicidade e a paz derradeira?

Moby- Love Should


So we sleep in beds
We've never made
Holding close to love
When love should fade
Holding on to this is the best thing we'll ever do

Morning sun is sweet and soft on your eyes
Oh my love, you always leave me surprised
Before my heart starts to burst
With all my love for you

And know how it rains
And know how it pours
I never could feel this way
For anyone but you

So it takes some time
And slip away
Holding on to love
When love should stay
Holding on to you is the best thing I'll ever do

Evening sun is sweet and soft in your face
So I'll never ever leave this place
I feel my heart start to burst
With all my love for you

And know how it rains
And know how it pours
I never could feel this way
For anyone but you

Saturday, January 07, 2006

Os Incríveis

E incrivel como nao cedo as minhas intuicoes, bem ao contrario do que costumam fazer as mulheres, dotadas do dito "sexto sentido"; infelizmente acabo por verificar que afinal a primeira impressao esta sempre certa...
Incrivel como os dias passam e como diz muita gente, qualquer dia e o fim e nem sequer tivemos tempo para ler todos os livros q queriamos e corremos o risco de no segundo a seguir de desaparecermos da face da Terra a musica que seria a nossa preferida ser lancada e nos nem chegarmos a ouvi-la.
Incrivel a miseria, a fome, a tristeza, a desgraca e todo o sofrimento que assola o mundo, em especial as criancas.
Pena que nao haja nada de incrivel na realidade em que se vive... e cada vez mais descobrirmos q estamos ao Acaso, a Sorte, o Fado, a Evolucao a que nada sobrevive... E incrivel...