Friday, April 20, 2012

Orgulho

Quando alguém faz parte de ti e sentes orgulho, isso transparece e irradia, e o contrário também.
Infelizmente a única pessoa que alguma vez me disse directamente que tinha orgulho em mim, é apenas um vulto que assombrou a minha existência.

Sunday, April 15, 2012

O retorno à Liberdade

Hoje, tenho a sensação de que nunca serei livre.

Mas respiro Liberdade;
desejo-a com todos os sentidos,
em último suspiro,
em última vertigem,
em último abraço,
em juízo final.

Almejo retornar à Liberdade que nunca tive.

Friday, April 13, 2012

Cinematografia Portuguesa

Woody Allen tenta simular "a vida é bela" nos países mediterrânicos; passa por Espanha, França, Itália, sempre em ambientes ligeiros, de romantismo efémero, alumiados pelo calor do Sul.

Mas não passa por Portugal. Não, Portugal merece mais, mais do que ele pode dar.
Portugal é maior, de tonalidades profusas e oblíquas, com a intensidade de Byron e a magia de Wenders.

A sua atmosfera, ora bucólica, ora frenética; as esparsas cores da sua terra e do seu mar, atraem os olhares como as sereias com os seus cantares e fazem de Portugal um país encantado.

Mergulhado na neblina de outrora e atravessada por raios de luz intensa, modernista, Portugal é o país  de onde partiu Camões para o exotismo das Índias e para onde retornaram os filhos dessa eterna órfã mãe.

Saturday, April 07, 2012

O meu saldo da Poesia é positivo: por pior que ela me tenha feito, o que de bem ela me fez não tem preço.

Thursday, April 05, 2012

Objecto esquisito

Sei lá!
Era uma vez um gato
Ela está a escrever mesmo
que comia ratos
eram eras perdidas
Era uma vez um galo
que endoidecia o arado!

Onde é que estão os guardanapos?
o cimento
Estou a ficar com rugas acentuadas
Não sei nem quero saber!
Cantei bem alto e tu ouviste,
fez cocó?
Adeus praias tão lindas e tão belas!

*poema composto com a co-autoria de Jéssica e César Costa Campos