Wednesday, January 30, 2013

A vida de...

Morreste sem dizer Adeus.

E por toda a eternidade perguntarei porquê.

Morreste sem te despedires.

E eu, mesmo sem ser crente, conversei contigo

em todos os dias que passaram,

com uma fé inabalável em ti.

Intercalei a falta que me fazias

com os momentos que guardei de ti.
Post a Comment