Sunday, April 17, 2016

Peculiaridades de um povo e da sua língua

É impressionante e deveras irritante termos chavões e "frases feitas" para tudo.
Se calha termos azar e a seguir um outro, dizemos que "um azar nunca vem só". Mas se a seguir ao azar tivermos sorte já dizemos: "Depois da tempestade vem a bonança." Então neste caso, se um azar nunca vem só então para onde foi o azar que o devia acompanhar a seguir?

(a propósito de uma vida inteira a detestar "frases feitas")
Post a Comment