Wednesday, August 18, 2010

Ego-saturação

A relação que tenho comigo,
sendo a mais intensa e duradoura
de todas as relações que já tive,
deixa-me farta de mim mesma.

Demasiados eus, demasiados céus,
demasiados ais e demasiados mais.

Todas as unidades de tempo,
milimetricamente contadas,
vividas e tão saturadas
que me tiram hoje o alento.

Estou cansada deste emprego
sem férias
este laborar constante
que torna tudo tão bisonho.

Não sou quem me entrego,
mas sim alguém distante
deste mundo implodido
onde o horizonte é tristonho.

Quero sair deste modo implorativo
desta auto-comiseração forçada
talvez por alguém que não sou eu
talvez por alguém melhor do que eu.
Post a Comment