Wednesday, March 29, 2017

Ela não sou eu.

Ela acordou na minha cama
enquanto o mundo inteiro dormia
e eu sei que não era um sonho
porque belisquei-a e ouvi-a gritar.

Não sei o que é que ela estava lá a fazer,
por que raio apareceu lá estendida
como se estivesse deitada na sua cama
e aqueles fossem os seus lençóis e almofada.

Perguntei-lhe o nome e ela não soube responder,
enquanto esfregava os olhos meio ensonada
com os cabelos despenteados a tapar-lhe a cara
também eu não lhe via o rosto o suficiente.

Quando ela finalmente afastou os cabelos da cara
pude ver que ela era igual a mim tal e qual
como se tivessem feito uma cópia de mim
e depositado na minha própria cama.
Post a Comment